Festa do Sagrado Coração de Jesus
19 de junho de 2020
Irmã Firmina fala sobre sua Vocação e Profissão em Angola
6 de julho de 2020

Irmã Jucilene fala sobre as Santas Missões Redentoristas e a presença das Irmãs Mensageiras do Amor Divino

O papel da irmã missionária é importante no anúncio do Evangelho nas Santas Missões. Nosso povo precisa se renovar na fé, se fortalecer no amor e crescer em comunidade! A importância da irmã consagrada na missão é para ajudar na construção de um Reino novo, pois a irmã religiosa é uma pessoa comum que saiu do seio de uma família e se ingressou em uma determinada congregação religiosa e que se consagrou para o serviço do Reino de Deus e para o povo.

A irmã missionária fica hospedada na casa das famílias, tendo um papel importantíssimo na missão, onde ela faz os trabalhos de base e por meio do seu testemunho faz a missão ser conhecida por todos.

O trabalho de base é fundamental para o bom desenvolvimento de toda a missão.
Primeiro a irmã é um elo entre a paróquia missionada e os Missionários Redentoristas com quem trabalha. A irmã também é um sinal entre o povo e o “kerigma”, ou seja, o primeiro anúncio sobre a missão. Sendo presença do Sagrado no meio do povo e por seu testemunho de fé, retornam para a igreja e para comunidade muitos os que estavam afastados e indiferentes.

A Irmã Missionária e o Pároco realizam com as lideranças das comunidades um trabalho de rastreamento ao território da paróquia, um senso, com levantamento sócio-religioso onde mostra quantas famílias e pessoas católicas ou não católicas e ateus moram em torno da paróquia em particular.
Todos esses trabalhos são coordenados pela irmã durante trinta dias. Com o resultado do senso, monta-se uma planilha e é formado grupos de vinte a trinta famílias para estarem rezando nas casas, a chamada Igreja Doméstica.

Os setores missionários e a Irmã Missionária juntamente com o CPP e o Pároco elege um casal coordenador para ser o elo entre as comunidades e o Pároco. Todos os trabalhos são em conjunto com a Irmã e as famílias. A Irmã também elege um coordenador para cada setor com mais dois ou três auxiliares.

Os Missionários Redentoristas realizam um dia de formação para essas famílias e para esses setores missionários. Inicia-se as orações nas famílias e ao decorrer de mais trinta dias a Irmã Missionária reza junto com povo, sendo força e exemplo de uma Igreja em Saída que não se acomoda nem mesmo com chuva, frio ou calor ardente, e assim a fé é difundida para quem mais precisa de uma benção.

Dessa forma, a Irmã fica na paróquia por um tempo de três a quatro meses, sendo presença, orientadora e luz para qualquer pessoa que precise de um conselho, de uma palavra ou de uma visita em sua casa. Ela também é chamada a ser como São João Batista “Preparai os caminhos do Senhor”. Não deve ter medo de falar de Deus! A Irmã Missionária é destemida e por isso é chamada a Missão – como uma verdadeira Mensageira do Amor Divino, para anunciar o verdadeiro Amor, que não divide, não faz acepção e não tem preferências, mas sempre escolhe o Reino e a Vida! Deus seja louvado. Vida para todos!

Ir.Maria Jucilene Aleixo, MAD.

Os comentários estão encerrados.